Denominação de origem utiel-requena

A D.O.P Utiel-Requena localiza-se no interior da província de Valência, é uma pequena meseta quase circular de mais de 1.800 km2, situada a 70 km do mar Mediterrâneo com uma altitude média de 700 metros. As terras e o clima - com peculiaridades do Mediterrâneo, porém com influências continentais – fazem com que os vinhos Utiel-Requena sejam especiais, sobretudo os tintos e os rosés elaborados com a variedade tinta Bobal.

Com uma superfície de quase 40 mil hectares, é o vinhedo mais extenso e homogéneo da Comunidade de Valência.

A região compreeende nove termos municipais: Caudete de las Fuentes, Camporrobles, Fuenterrobles, Requena, Siete Aguas, Sinarcas, Utiel, Venta del Moro e Villargordo del Cabriel.

A história vitivinícola da D.O.P Utiel-Requena tem mais de 2.000 anos, como o demonstram as importantes jazidas arqueológicas iberas disseminadas pela zona.

Na Idade Média (ano 1265), durante o reinado de Afonso X, O Sábio, cria-se o “guardião das vinhas”, figura descrita no Foral de Requena. Já no século XIX vive-se um apogeu da vitivinicultura em Utiel-Requena, pois que se acelerou o ritmo de novas plantações. Em 1887 inaugura-se a linha de caminho de ferro Valencia-Utiel, o que proporcionou a formação de verdadeiros bairros de adegas nos arredores das estações. Na atualidade, umas sete mil famílias e mais de uma centena de adegas vivem da vitivinicultura na D.O.P Utiel-Requena, pelo que o vinho é o principal motor da economia desta região.





Retorno